Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2018

Saiba como inserir os lucros do MEI no IR pessoa física

Você pequeno empresário que não sabe como inserir os lucros do MEI no IR de Pessoa Física e que está obrigado declarar na Declaração do Imposto de Renda.
Pois é, microempreendedores e fique sabem que o MEI é obrigado a declarar no Imposto de Renda.
No entanto, Pessoa Física que se encontra isento de tal obrigação junto a Receita Federal, mais como, microempreendedor tem que declarar o seu rendimento obtido.
Neste texto demonstrarei como realizar a inserção dos lucros obtidos pelo MEI no Imposto de Renda Pessoa Física.
Em que casos o responsável pelo MEI deve realizar a DIRPF?
Devem realizar a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física, as pessoas que no ano anterior a declaração:
1.Obtiveram rendimentos tributáveis recebidos apresentem soma anual seja superior à R$ 28.559,70; 2.Teve rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; 3.Produtores rurais que tiveram receita bruta acima de R$ 142.798,00, e que pretendem compensar pre…

Como MEI comprova sua renda

Como MEI comprova sua renda?

Quem é Microempreendedor Individual – MEI muitas vezes passa por dificuldades quando precisa comprovar sua renda. A comprovação de renda é necessária em várias ocasiões como em negócios com bancos, lojas e imobiliárias, por exemplo. Veja abaixo como o MEI pode comprovar sua renda.

Comprovação de renda com contador – DECORE

A Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos – DECORE é um documento emitido por um contador utilizando o portal do Conselho Federal de Contabilidade – CFC – somente de forma eletrônica. Assim, não existe mais o que se conhecia como “cartinha” assinada pelo contador.

Para emissão da DECORE o contador deve exigir a apresentação de alguns documentos que visam comprovar que o MEI obteve rendimentos em um determinado período.

Importante frisar que o MEI ao procurar um contador para emissão da DECORE deve apresentar os documentos de maneira correta, pois a declaração falsa por parte do contador pode fazê-lo responder pelo crime de falsid…

A composição de preço de venda

A composição de um preço de venda para o cliente e para sua empresa, seja ao mesmo tempo competitivo, para o mercado depende de alguns fatores, como: custos fixos e variáveis, volume da compra, concorrência, etc. Além disso, vale lembrar o lucro que você pretende ter com o preço praticado, a fim de garantir a lucratividade do seu negócio e não enfrentar dificuldade desagradáveis na hora de fechar o caixa. Antes de precificar o produto devemos analisar? A definição do preço de um produto depende basicamente do equilíbrio entre o preço de mercado e o valor referente aos gastos fixos e variáveis da sua empresa. O que são Custo e Despesas? Custos:De acordo com a NPC 2 do IBRACON, “Custo é a soma dos gastos incorridos e necessários para a aquisição, conversão e outros procedimentos necessários para trazer os estoques à sua condição e localização atuais, e compreende todos os gastos incorridos na sua aquisição ou produção, de modo a colocá-los em condições de serem vendidos, transformados, utili…

10 direitos do consumidor nas compras com cartão de crédito que você precisa conhecer

O cartão de crédito é uma grande comodidade para os consumidores. Sendo bem utilizado, é um bom aliado para administrar melhor as suas finanças, e com isso equilibrar o seu orçamento. Contudo, existem algumas “pegadinhas” do comércio que podem prejudicá-lo na utilização do dinheiro de plástico. Portanto, em aquecimento para a Black Friday 2018 que está chegando, confira aqui neste artigo 10 direitos do consumidor na compra com o cartão de crédito.

1) Valor mínimo para compra no cartão de crédito é prática abusiva Comprar com o cartão de crédito sem parcelar é considerado como um pagamento à vista. Portanto, nenhuma loja poderá obrigar o consumidor a comprar apenas acima de determinado valor. De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, inciso V do artigo 39, é prática abusiva exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva.

2) Consumação mínima também é uma prática abusiva Ao mesmo tempo em que é uma prática abusiva um valor mínimo na compra do cartão de crédito, a consumação mí…

Como organizar um Plano de Contas

Um plano de contas é muito parecido com um jogo de equilibrar blocos. Se você retirar um bloco de uma parte do seu negócio, é preciso adicioná-lo novamente em outro lugar. Isso ocorre porque os sistemas financeiros são criados com base na expectativa de que sempre haverá um equilíbrio entre o total de ativos (o que você possui) e o passivo (o que você deve). Embora raramente isso ocorra de fato, a diferença entre o que você possui e o que deve é seu patrimônio líquido. A meta, é claro, é ter mais do que se deve, de modo que seu patrimônio líquido seja positivo nos livros contábeis e gere renda posteriormente.
Vamos entender o plano de contas. Há quatro seções principais: ativos, passivos, receitas e despesas. O patrimônio líquido também é uma seção, mas não é ativamente gerenciado. É o que sobra depois que todas as atividades da empresa, positivas e negativas, foram registradas corretamente. Receitas e ativos são bons. Os passivos e as despesas não são excelentes, mas nem sempre são ruin…

Como separar o seu dinheiro do de sua empresa?

Lidar com o dinheiro, parece ser uma tarefa difícil. Principalmente quando você precisa lidar com o seu e de sua empresa. Mas calma, nada é impossível e você irá aprender como separar o seu dinheiro do de sua empresa. Como separar o seu dinheiro do de sua empresa? Se você é empresário e está com dificuldade em separar seu orçamento pessoal do de sua empresa, então você está no artigo certo. Afinal, não é fácil conciliar os estudos, a família e os negócios com a correria do dia a dia. Porém, hoje em dia gerenciar suas finanças pessoais e empresariais virou o x da questão, pois, é essencial para a manter o controle da sua vida organizada e, claro, ter um orçamento e essência. O problema é quando você não sabe separar essa organização e acaba se perdendo todo final do mês confundindo dívidas pessoais e empresariais prejudicando ambos os orçamentos. Aprenda como separar o seu dinheiro do de sua empresa Empreendedorismo individual Ser seu próprio chefe é uma sensação maravilhosa! Saber que você ch…