Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Divulgados os fatores de atualização dos pecúlios e dos salários-de-contribuição para abril/2012

A Previdência Social, por meio da Portaria MPS nº 161/2012 - DOU 1 de 19.04.2012, divulgou os fatores de atualização das contribuições para o cálculo dos pecúlios, dos salários-de-contribuição para fins de concessão de benefícios no âmbito de acordos internacionais, a atualização monetária dos salários-de-contribuição para a apuração do salário-de-benefício e a atualização monetária das parcelas relativas aos benefícios pagos com atraso, válidos para abril/2012.
Fonte: LegisWeb

Comprometimento da renda com dívidas deve aumentar em 2012.

Uma análise regional feita pela Tendências mostra que é possível haver níveis elevados de comprometimento de renda, sem que a inadimplência fuja do controle.
Segundo projeções da Tendências Consultorias, o comprometimento da renda familiar dos brasileiros com o pagamento de dívidas bancárias (principal e juros) deve aumentar em 2012,
De acordo com a Tendências, o comprometimento deve chegar a 30,1% da renda mensal em dezembro deste ano, o que significa uma alta de 0,8 ponto percentual em relação ao final do passado (29,3%). “O aumento, porém, para os analistas da consultoria, ainda seria relativamente confortável, não justificando preocupações tão grandes em termos de sustentabilidade do endividamento”.
Comprometimento da renda X inadimplência
Uma análise regional feita pela Tendências mostra que é possível haver níveis elevados de comprometimento de renda, sem que a inadimplência fuja do controle.
“Mesmo com o comprometimento de 41,6% no Centro-Oeste, a inadimplência na região não causa …

A utilização do livro-caixa na declaração de IR

O livro-caixa só pode ser utilizado por quem trabalha por conta própria em uma profissão regulamentada, sendo que a pessoa deve estar exercendo a atividade de forma legal. A declaração do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física), apesar de anual, sempre gera muitas dúvidas nos contribuintes, especialmente entre aqueles que possuem o próprio negócio, os chamados trabalhadores autônomos. Entretanto, o livro-caixa pode dar uma boa ajuda na hora de estes trabalhadores prepararem a declaração. Porque o livro-caixa permite ao contribuinte a dedução de um quinto das despesas mensais relacionadas com o negócio. Nele, podem ser descritos os gastos de energia elétrica, aluguel, água, telefone e material de consumo ligados à atividade do negócio. O contribuinte deve arquivar com cuidado todos os documentos comprobatórios de tais gastos, visto que a Receita Federal pode, eventualmente, requisitá-los. Apesar da utilização do livro-caixa ser facultativa. Porém, seu uso, além de resultar em dedução no IR – …