Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

ECF “SPED DO IRPJ E CSLL”: SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA? PRAZO PARA ENTREGA É SETEMBRO/15

Imagem
ECF “SPED DO IRPJ E CSLL”: SUA EMPRESA ESTÁ PREPARADA? PRAZO PARA ENTREGA É SETEMBRO/15 ECF é a sigla para Escrituração Contábil Fiscal, uma nova obrigatoriedade para as empresas brasileiras, que a partir de agora deverão informar todas as suas operações que influenciem na composição do cálculo e os valores devidos do Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Desde o início de 2014, todas as pessoas jurídicas que atuam em solo nacional e que são sujeitas ao Imposto de Renda pelos regimes de lucro presumido, arbitrado e real, devem aderir à ECF. O prazo final para se adequar é setembro DE 2015.

Os 35 camelos que deviam ser repartidos por três árabes.

Poucas horas havia que viajávamos sem interrupção, quando nos ocorreu uma aventura digna de registro, na qual meu companheiro Beremiz, com grande talento, pôs em prática as suas habilidades de exímio algebrista. Encontramos perto de um antigo caravançará1 meio abandonado, três homens que discutiam acaloradamente ao pé de um lote de camelos. Por entre pragas e impropérios gritavam possessos, furiosos: - Não pode ser! - Isto é um roubo! - Não aceito! O inteligente Beremiz procurou informar-se do que se tratava. - Somos irmãos – esclareceu o mais velho – e recebemos como herança esses 35 camelos. Segundo a vontade expressa de meu pai, devo receber a metade, o meu irmão Hamed Namir uma terça parte, e, ao Harim, o mais moço, deve tocar apenas a nona parte. Não sabemos, porém, como dividir dessa forma 35 camelos, e, a cada partilha proposta segue-se a recusa dos outros dois, pois a metade de 35 é 17 e meio. Como fazer a partilh

MEI tem 10 dias para fazer declaração à Receita.

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) de todo o País têm até o dia 31 de maio  à Receita Federal para enviar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei), ano base 2014. O documento mantém o empreendedor em dia com as obrigações fiscais e garante benefícios previdenciários como aposentadoria, auxílio-doença e licença-maternidade, entre outros, informa a Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE). É considerado microempreendedor individual a pessoa que trabalha por conta própria, legalizada como empresário, fatura no máximo R$ 60 mil por ano e não tem participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI pode ter até um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. Nessa condição, ganha cidadania empresarial, com CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e acesso à nota fiscal, entre outros benefícios. Na declaração, o MEI deve apresentar o faturamento, informar se contratou funcionário e descrever suas despesas.  O microempreend

8 pontos fundamentais para quem pretende abrir uma empresa.

Imagem
Abrir uma empresa é o objetivo de milhões de brasileiros. Para se ter uma ideia, segundo economistas da Serasa Experian, apenas nos três primeiros meses de 2015, mais de 480 mil novas empresas foram criadas no Brasil, um aumento de 2,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. Contudo, abrir um negócio é uma decisão de grande responsabilidade, sendo necessários diversos processos que necessitam de atenção, principalmente nos detalhes mais técnicos. Alguns pontos de destaque são elaboração do contrato social, a escolha do tipo de tributação da empresa, a escolha do imóvel, obtenção de alvará. Veja alguns pontos que a Confirp Contabilidade selecionou para ser levado em conta antes de abrir uma empresa. Planejamento do negócio O grande problema na maioria das empresas abertas é que isso ocorre impulsivamente e, em função disso, não há um plano de negócio estabelecido, publico alvo e estrutura necessária, assim, antes de qualquer coisa é necessário sentar e ver o que